English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

VOCAÇÃO

Já pensou alguma vez que você é chamado a se comprometer com o Reino de Deus aqui na terra? Já pensou em comprometer-se com o próximo de algum jeito particular? Já pensou que esse jeito pode ser o
do Carmelo?


domingo, 19 de março de 2017

SOLENIDADE DE SÃO JOSÉ

Image result for são jose
São José, do céu a glória,
esperança verdadeira
que reluz na nossa vida,
proteção de todo o mundo,
ouve os cantos e louvores
da Igreja agradecida.

A ti, filho de Davi,
como esposo de Maria
escolheu o Criador.
Quis que fosses pai do Verbo
e da nossa salvação
diligente servidor.
Image result for são jose

Reclinado no presépio,
o Esperado dos profetas,
Redentor do mundo inteiro,
tu contemplas, venturoso,
e, unido à Virgem Mãe,
o adoras por primeiro.

O Senhor e Deus do mundo,
Rei dos reis, a cujo aceno
se ajoelha o céu fulgente
e os infernos estremecem,
revestindo a nossa carne,
fez-se a ti obediente.
Image result for são jose
Glória eterna à Divindade,
Unidade na Trindade,
Deus imenso, Sumo Bem,
que te deu tão grande graça.
Por ti, dê-nos sua vida
e alegria eterna. Amém.

sábado, 18 de março de 2017

MOTIVOS PARA CONFIAR EM SÃO JOSÉ

12 MOTIVOS PARA CONFIAR EM SÃO JOSÉ
1 – Peço-te pela bondade divina que levou o Verbo Eterno a se encarnar e nascer na pobre natureza humana, como Deus de Deus, Deus Homem, Deus do Homem, Deus com o Homem.
Image result for são jose2 – Suplico-te pela tua obediência ao Espírito ao não abandonares Maria, mas tomá-la como esposa e ao seu filho como teu, tornando-te pai adotivo de Jesus e protetor de ambos.
3 – Rogo-te pelo teu sofrimento quando buscavas um estábulo para berço de Deus, nascido entre os homens; pela tua dor ao vê-lo nascer entre animais, sem lhe poderes conseguir um lugar melhor.
4 – Peço-te pela abertura do teu coração ao te deixares comover com o louvor dos pastores e com a adoração dos reis do Oriente; pela tua incerteza ao pensares no que seria desse Menino, tão especial e, ao mesmo tempo, tão igual a todos os outros.
5 – Suplico-te por teu sobressalto ao escutares do anjo a morte decretada contra o teu filho, o próprio Deus; pela tua obediência e ao fugires para o Egito, pelos medos e perigos do caminho, pela pobreza do desterro e pelas tuas ansiedades ao voltares do Egito a Nazaré.
6 – Peço-te por tuas aflições dolorosas de três dias ao perderes Jesus e pelo teu alívio ao encontrá-lo no templo; pela tua felicidade nos trinta anos que viveste em Nazaré com Jesus e Maria confiados à tua autoridade e providência.
7 – Rogo-te e espero pelo heroico sacrifício e aceitação da missão do teu filho na cruz, de morrer por nossos pecados e pela nossa redenção.

Image result for são jose

8 – Peço-te pelo desprendimento com que todos os dias contemplavas as mãos de Jesus, a ser perfuradas um dia pelos pregos da cruz; aquela cabeça, que se reclinava ternamente sobre o teu peito, a ser coroada de espinhos; aquele corpo inocente que abraçavas sobre o teu coração, a ser sangrado nos braços da cruz; aquele momento último em que o verias expirar e morrer, por mim, pela minha alma, pelos meus pecados.
9 – Peço-te pela tua doce passagem desta vida nos braços de Jesus e Maria, e pela tua entrada no céu dos justos, onde tens o teu trono de poder.
Image result for são jose10 – Suplico-te pelo teu regozijo e alegria quando contemplavas a ressurreição de Jesus, sua ascensão e entrada nos céus e seu trono de Rei.
11 – Peço-te pela tua felicidade quando viste Maria ser assunta aos céus pelos anjos e coroada pelo Eterno, entronizada junto contigo como mãe, senhora e rainha dos anjos e homens.
12 – Rogo e espero confiantemente pelos teus trabalhos, dores e sacrifícios na terra e pelos teus triunfos e feliz bem-aventurança no céu, com teu filho Jesus e tua esposa Maria Santíssima.
Ó meu bom São José! Sinto em mim uma força misteriosa, que me alenta e obriga a te pedir e suplicar e esperar que me obtenhas de Deus a grande e extraordinária graça que vou depositar diante deste teu altar e diante do teu trono de bondade e poder no céu: confio em ti, querido São José.

Neste momento, apresentar a Deus, com a ajuda de São José e com amorosa instância, a graça que se deseja.

O ADECEDÁRIO DO CRISTÃO

O ABECEDÁRIO DO CRISTÃO
Um guia prático e simples para o seu dia a dia
 
Agradeça a Deus por cada circunstância da sua vida.
Busque a excelência, não a perfeição.
Confesse-se com frequência e humildade.
Devolva o que você pegou emprestado.
Empreste suas coisas com generosidade.
Faça pequenos atos de fé ao longo do dia.
Gostem ou não de você, faça o bem a todos.
Hora de dormir: agradeça, peça perdão.
Invista seu tempo em atos de caridade.
Jamais se esqueça da salvação da sua família.
Leia a Bíblia diariamente.
Mantenha-se atento aos sinais do amor de Deus.
Não culpe os outros pelos seus problemas.
Ore pelos seus inimigos.
Perdoe sempre, incondicionalmente.
Que as pessoas enxerguem Jesus em você.
Reconheça sua fragilidade e confie na Graça.
Seja gentil com todos.
Trate as pessoas como Jesus as trataria.
Una-se a Maria ao longo da jornada.
Viva bem a missa, mesmo quando não tiver vontade.
Xô, tristeza! A alegria é o distintivo do cristão.
Zele pela dignidade do seu próximo.


3º DOMINGO DA QUARESMA

Adoremos a Deus em espírito e verdade, em ação e fidelidade!
Image result for terceiro domingo da quaresmaNo terceiro domingo da quaresma, somos convidados a descobrir o modo como se manifesta a presença de Jesus no meio de nós e desfrutar dessa presença maravilhosa, movente e comovente. Ele vem ao nosso encontro como pedinte e necessitado, desce às profundezas da condição humana, derruba os muros, relativiza as ideologias que separam e opõem, liberta das rotinas que causam dependência e desperta nossa sede de viver e de servir. O vida é dom de Deus, e não conhece limites nem fronteiras, diversamente do poço de Jacó, que cava divisões aparentemente insuperáveis.
No evangelho de hoje, João nos apresenta Jesus como sacramento vivo de um Deus que vem ao nosso encontro. Ele se aproxima cansado, sedento, necessitado, pedinte. O mesmo Deus que, na travessia do deserto, fez brotar água da rocha, aparece percorrendo nossas estradas e pedindo água. E assim o faz para suscitar uma profunda troca de dons, para ajudar-nos a descobrir nossas próprias sedes, nosso Desejo mais profundo: conhecê-lo e viver plenamente. “Dá-me desta Água Viva!”
Image result for terceiro domingo da quaresma
Como aquela mulher da Samaria, frequentemente imaginamo-nos poderosos e entregamo-nos cegamente às regras e doutrinas, tradições e leis, e não esperamos nada de novo. Cavamos poços e inventamos muros que separam povos, religiões e culturas, e esquecemos nossa própria Sede, aquilo que nos falta. Fazemos de conta que as instituições que criamos nos bastam, e que fora delas não há vida possível e desejável. “Tu não tens balde e o poço é fundo... Como vais tirar esta água viva?”
Jesus aparece e entra na nossa vida para nos lembrar que as religiões e culturas, as tradições e leis não têm condições de, por si mesmas, saciar as mais profundas sedes humanas. A função da religião não é estancar, mas manter viva aquela Sede que dinamiza a vida do ser humano, que convida a trilhar caminhos não conhecidos, que faz descobrir novas possibilidades de organizar o mundo e a sociedade, que revela brechas alternativas de comunhão e solidariedade entre os povos.
Image result for terceiro domingo da quaresmaComo a samaritana, nos também fazemos alianças e buscamos muletas – mais que cinco! – capazes de sustentar nossos interesses estreitos e egoístas: a pátria, a raça, a religião, a igreja, o partido, o livre mercado... Acreditamos cegamente que eles nos ajudam a crer de modo correto e a viver com segurança. “Os nossos pais adoraram Deus sobre este monte, mas vocês dizem que é em Jerusalém que se deve adorá-lo”, disse a mulher. Fora disso, no máximo, ensaiamos uma pobre oração pelos que sofrem...
Precisamos compreender que Deus procura verdadeiros adoradores, pessoas que o adorem em espírito e verdade, ou melhor, em ação e fidelidade. Estes são os discípulos e discípulas que, como o Mestre, têm como alimento o desejo de fazer a vontade de Deus, participam da sua obra e a completam: produzem vida abundante para seu povo, geram mais solidariedade que divisão, valorizam e cuidam dos diversos biomas, exercitam mais acolhida que a doutrina, propõem mais ações que palavras.
Image result for terceiro domingo da quaresma
Com seu jeito de se aproximar e sua acolhida sem limites, Jesus leva aquela mulher da Samaria a descobrir sua própria verdade. E então ela deixa de repetir mecanicamente as ações determinadas pelo hábito, pela cultura e pela condição social e se torna “uma fonte de água que jorra para a vida eterna”. Ela deixa o balde e corre à cidade para anunciar: “Venham ver um homem que me disse tudo o que eu fiz. Não seria ele o Messias?” Aquela que era desprezada renasce como missionária!
Como anuncia Paulo, por meio de Jesus Cristo estamos em paz com Deus e somos dinamizados pela esperança. Esta esperança não engana, pois o amor de Deus já nos envolve e guia, mediante o Espírito Santo. E isso não porque já estejamos plenamente convertidos ou isentos de pecado. Deus demonstra seu amor porque se entrega por nós sem se importar com o fato de ainda sermos pecadores e na compreendermos e vivermos adequadamente seu Evangelho. Eis a razão de nossa esperança!
Image result for terceiro domingo da quaresmaJesus, peregrino no meio-dia da história, água que sacia nossa sede! Tu és Senhor e ages como irmão, és semeador que convida à colheita, és profeta que desperta nossa profecia. Como a mulher da Samaria, estamos demasiadamente seguros das doutrinas que recebemos da tradição. Por isso, te pedimos: toca com tua mão, ou com o teu chicote, as pedras das nossas instituições e a crosta do nosso coração, e liberta a água viva e livre que elas aprisionam. E faz com que todos os que viemos a este encontro contigo experimentemos tua santa liberdade e nos tornemos testemunhas intrépidas de uma religião que não se compraz na simples repetição de doutrinas e na celebração de ritos. Assim seja! Amém!

Itacir Brassiani msf