English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

VOCAÇÃO

Já pensou alguma vez que você é chamado a se comprometer com o Reino de Deus aqui na terra? Já pensou em comprometer-se com o próximo de algum jeito particular? Já pensou que esse jeito pode ser o
do Carmelo?


sábado, 24 de setembro de 2016

26º DOMINGO DO TEMPO COMUM

A PALAVRA DE DEUS NOS MOSTRA O CAMINHO E PEDE CONVERSÃO!
Image result for pobre lazaroCaminhando decididamente para Jerusalém, arena do confronto definitivo com os poderes que discriminam, excluem e matam, inclusive em nome de Deus, Jesus continua alertando seus discípulos em relação à tentação da aparência, do dinheiro e do poder. Ele polemiza com os fariseus, mas sua atenção está voltada aos discípulos. A fé na sua Palavra e a adesão aos seus ensinamentos deve qualificar nossa relação com os bens e com os pobres. Uma fé vivida unicamente como remédio para nossos males individuais ou como combustível para uma carreira de sucesso tem pouco a ver com ele.

Tanto no tempo do Jesus como hoje, há um abismo, real mas ignorado e encoberto, que separa as pessoas que frequentam a mesma comunidade, os cidadãos de um mesmo pais, os habitantes do único planeta. É isso que aparece na parábola: há um rico que se veste elegantemente e dá esplêndidas festas todos os dias; e há um pobre coberto de feridas, devorado pela fome, rodeado de cães e sentado na calçada, em frente à porta da casa do rico e absolutamente invisível a irrelevante para ele. Profetas como Amós já levantavam sua voz e denunciavam o insulto dos banquetes dos ricos frente à miséria dos pobres...
Image result for pobre lazaro
No centro da vida cristã está a compaixão pelos pobres, e não a indiferença e a busca do próprio bem-estar individual a qualquer custo. O caminho entre a porta e a mesa deve ser amplo e aberto! Jesus não aceita a indiferença dos ricos frente aos sofrimentos dos pobres. Sua Palavra é clara e contundente: “Ai de vós, os ricos, porque já tendes vossa consolação!” (Lc 6,24). Ele insiste que os pobres e os sofredores devem ocupar os primeiros lugares na lista de convidados para as festas e celebrações (cf. Lc 14,13). Mas, o Brasil naturaliza casas-grandes e senzalas e não permite que Lázaro vá além da porta dos ricos...
Por isso, é estranho, para não dizer cínico, o grito do rico, depois da morte, pedindo que Lazaro tenha compaixão dele. O rico sem nome continua achando que os pobres devem estar a seu serviço: bem que eles poderiam aliviar a sede ou avisar seus parentes e livrá-los a tempo dos males que os esperam... Não pode não ser cinismo este apelo para que os pobres tenham compaixão dos ricos que sempre se vestiram de indiferença e prepotência. O caminho para o céu é nossa vida na terra, e a indiferença corta a comunicação, destrói as pontes, cava abismos e fere de morte a solidariedade entre as pessoas.
Image result for pobre lazaroJesus se demora na descrição das tentativas infrutíferas do homem rico para reverter uma situação irreversível, sem tomar consciência do abismo que ele mesmo cavou, pedindo que lhe tragam água para amenizar a sede e enviem um morto ressuscitado para convencer seus parentes da necessidade de mudar de atitude. Mas parece que não há sinal poderoso ou milagre esplendoroso capaz de tocar o coração e a mente de quem se fechou em si mesmo e faz da indiferença uma couraça protetora. Nada pode curar aqueles que se fecharam à Palavra e dos profetas, dos apóstolos e do próprio Jesus.
É lamentável que ainda hoje muitos pregadores apresentem esta parábola simplesmente como uma espécie fotografia da inversão que a morte provocaria na vida real. Jesus não está falando da felicidade que espera os sofredores no paraíso futuro, ou do sofrimento destinado aos ricos depois da morte! O que ele enfatiza é o caráter decisivo e irreversível das opções que fazemos e das práticas que desenvolvemos no tempo presente! O caminho da vida cristã é pavimentado pela escuta da Palavra de Deus e pela conversão. E ela não há lugar para privilégios, nem para milagres fáceis e encomendados...
Image result for imagens e palavras de deus
Na carta a Timóteo, Paulo pede: “Tu que és um homem de Deus, foge das coisas perversas, procura a justiça e a piedade, a fé, a caridade, a constância, a mansidão. Combate o bom combate da fé, conquista a vida eterna, para a qual fostes chamado.” Ele nos pede para juntar a piedade à prática da justiça, unir a solidariedade à fé, casar a mansidão com a perseverança no seguimento de Jesus Cristo, único e soberano líder que pode nos guiar a um mundo justo, fraterno e liberto. Como estamos longe dos sorrisos postiços e das propostas vazias daqueles que querem nosso voto e nossa consciência...
Neste último domingo do mês que dedicamos à tua santa Palavra, te pedimos: “Fala, Senhor! Fala da Vida! Só tu tens palavras eternas, e nós queremos ouvir. São tantos os apelos que vêm dos oprimidos. Tu és quem liberta, o Deus dos esquecidos.” Ajuda-nos a vencer a indiferença que cava abismos entre pessoas que nasceram para ser irmãos e irmãs. Ensina-nos a acolher, compreender e seguir aquilo que nos dizes através dos profetas e santos de ontem e de hoje. Sustenta a coragem daqueles que denunciam golpes midiáticos e sequestros de direitos. E que tua Palavra seja sempre a luz dos nossos passos. Assim seja! Amém!

Itacir Brassiani msf

Image result for imagens e palavras de deus

sábado, 17 de setembro de 2016

25º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Image result for parabolas de jesus

A PALAVRA DE DEUS ADVERTE QUEM OPRIME E EXPLORA.

A parábola que Jesus apresenta hoje aos discípulos no evangelho de hoje é muito complexa. Para entende-la, tenhamos bem presentes na memória as parábolas que Jesus nos propôs no domingo passado para defender sua prática solidária com os pobres e excluídos. São inesquecíveis as figuras do pastor que sai pressuroso ao encontro da ovelha que se perdeu e da mulher que varre atentamente a casa em busca da moeda extraviada. E como esquecer a figura daquele pai que esbanja atenção, dinheiro e compaixão na festa de acolhida do filho que chegara a disputar comida com os porcos?
A parábola de hoje coloca em evidência um protagonista muito diferente: um administrador acusado de esbanjar os bens que não lhe pertencem e que, por isso, está ameaçado de demissão. Ciente de que não está preparado para assumir outro trabalho e recusando-se a pedir esmolas, o administrador esbanjador age com esperteza e rapidez: altera, em favor dos devedores, o montante de algumas contas, prejudicando mais ainda seu patrão! Faz isso movido pela esperança de que, no futuro, os devedores por ele beneficiados retribuam solidariamente e abundantemente seu gesto de bondade.

Image result for parabolas de jesus

O que surpreende e desconcerta é que a esperteza desonesta do administrador seja explicitamente elogiada pelo patrão (e pelo próprio Jesus). Há quem explique o elogio a esta ação aparentemente imoral levantando a hipótese de que o ‘desconto’ de 50 e 20% corresponderia aos juros iníquos cobrados pelo credor ou à comissão à qual o administrador teria direito. Seria isso mesmo? Ou Jesus estaria propondo outra mensagem, semelhante àquela do pai que gasta sem critérios para acolher e restabelecer a dignidade do filho que havia descido involuntariamente ao degrau mais baixo do inferno social?
A questão fundamental que Jesus apresenta com esta parábola poderia ser formulada da seguinte maneira: Como usar de forma evangelicamente correta os bens, as honras e o prestígio que temos como cristãos e como Igreja? A palavra corajosa de Amós traz à luz do dia as práticas de acúmulo que os ricos de todos os tempos tentam esconder nas sombras da noite ou nas franjas da hipocrisia mais deslavada. Mas Jesus também deixa claro que somos apenas administradores de bens que não nos pertencem e que, frente ao bem maior do Reino de Deus, o dinheiro é coisa de pouco valor e radicalmente injusta.
Image result for parabolas de jesus

O administrador aparentemente desonesto é elogiado porque evita ser amigo do dinheiro (como o são os fariseus) e se mostra amigo das pessoas, não das que contabilizam créditos, mas daquelas que são devedoras insolventes. Com ele, nós aprendemos que o dinheiro que passa pelas nossas mãos, bolsas e contas não nos pertence e precisa ser usado corretamente: para construir solidariedade, para beneficiar a pessoa humana (todas as pessoas, insiste Paulo), começando pelas mais necessitadas. É o oposto daquilo que fazem os comerciantes e políticos denunciados pelo profeta Amós!
Aquilo que, à primeira vista, parece esbanjamento e desonestidade é, na verdade, sabedoria evangélica! Precisamos assumir nossas responsabilidades no mundo da economia – produção, administração, distribuição e consumo de bens – com critérios evangélicos. E o critério fundamental é este: ou os bens estão a serviço de uma convivência social sadia e solidária, ou não servem pra nada! E desviar para os bens econômicos o amor e o afeto que devemos às pessoas é uma loucura que compromete nossa felicidade pessoal e destrói os laços sociais. Só o uso solidário pode lavar o dinheiro sujo!
Image result for parabolas de jesus

O próprio Jesus veio ao mundo como herdeiro e administrador das coisas do Pai, e não fez outra coisa que diminuir e cancelar os débitos das pessoas e grupos que os sistemas criminalizam. Ele esbanjou os bens do Pai, inclusive a própria vida, para fazer amigos entre os excluídos! Ele não teve receio de comprometer a honra, o nome e a própria ortodoxia para fazer amigos. Mas, infelizmente, muitas Igrejas ainda dão a impressão de existem unicamente para aumentar estas contas ou cobrar comissão para renegociá-las... Em vez de fazer amigos e emancipar os oprimidos, engordam suas contas bancárias.

Image result for palavra de deus

Senhor, tua Palavra é caminho de sabedoria. Queremos guardá-la e pô-la em prática em todas as circunstâncias da nossa vida. Ensina-nos a contar adequadamente o tempo e avaliar corretamente o valor das coisas. Concede-nos a coragem de desmascarar os males que nos são propostos em belas e sedutoras embalagens. Confirma-nos no serviço a ti, único e supremo bem, e àqueles que são excluídos da mesa e recebem apenas as migalhas que sobram. Ajuda-nos a gastar tudo o que temos e somos para fazer amigos e irmãos, retirando os pobres do lixo e fazendo-os sentar entre os nobres do teu povo. Assim seja! Amém!

Itacir Brassiani msf


Image result for palavra de deus

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO


Neste dia 17 de setembro nossa comunidade celebra com júbilo e imensa gratidão os 48 anos de fundação do Carmelo Sagrado Coração de Jesus em terras missioneiras. São anos de história e muita oração e sacrifícios das irmãs que aqui iniciaram esta obra e das que agora continuam. A gratidão é imensa por tantas pessoas que em seu anonimato contribuiram para que este sonho tornasse realidade. Muitas já estão recebendo a recompensa na pátria celeste como nossa Madre fundadora Madre Teresinha, Professor Marcelo Mioso, Dom Aluízio, João Fortes em fim um batalhão de amigos fortes de Deus que se empenharam para que esta obra fosse realizada.
Deixanos aqui relatado uma passagem das cronicas do Mosteiro onde madre Teresinha esposa a missão das irmãs que aqui viveram e ainda vivem.



Jesus dissera um dia: Eis aqui o Coração que tanto ama os homens, e dos quais só recebe indiferença e desprezo!... Oh! Como esta queixa é dura e dolorosa!

                Que as almas que vierem habitar à sombra deste abençoado Mosteiro saibam consolar a Jesus de tal modo, que Ele exclame novamente, desabafando o ardor do Seu Coração amoroso: as minhas delícias são, estar com os filhos dos homens!... Sim, Eu estarei convosco até a consumação dos séculos!...


                Seja este Mosteiro, um monumento de amor ao Sagrado Coração de Jesus, e um OÁSIS de conforto e de paz, onde as almas desta querida Diocese, venham dessedentar-se no meio do calor das suas lutas, dos seus sofrimentos e das suas dores.


                Seja, ao mesmo tempo, UM LUGAR DE REPOUSO para o Coração fatigado de Jesus, que percorre o mundo buscando a ovelha perdida.

                Aqui, como em Betânia, Ele deve encontrar sempre abrigo, dedicação, consolo, amor e reparação.


                Ele deve reinar como DONO e SOBERANO. Deve viver no aconchego do amor, como um Pai no meio de seus filhos. Deve possuir inteiramente, os corações que aqui vivem.           

                O Coração Sagrado de Jesus, deve ser a morada perpétua, a fenda da rocha, onde cada alma deve viver escondida como a rola que busca a fenda do rochedo para esconder-se.


                Portanto: Nada de egoísmo! Nada de mesquinharias!... Buscai somente a glória de Deus, a glória do Sagrado Coração e a salvação de muitas almas! Lembrai-vos, que, vida contemplativa, sem grande zelo e interesse pela salvação das almas, não é fecunda e nem agrada a Deus.

Este Mosteiro deve ser um farol de amor de Deus, apontando a muitas almas o verdadeiro caminho da salvação.



Lembrai-vos, que, vida contemplativa, sem grande zelo e interesse pela salvação das almas, não é fecunda e nem agrada a Deus.

Louvor e honra ao SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

NOSSA SENHORA DAS DORES

Image result for nossa senhora das dores

Estava sua mãe junto à cruz
O martírio da Virgem é mencionado tanto na profecia de Simeão quanto no relato da
paixão do Senhor. Este foi posto, diz o santo ancião sobre o menino, como um sinal de
contradição, e a Maria: e uma espada traspassará tua alma (cf. Lc 2,34-35).

 Image result for nossa senhora das dores

Verdadeiramente, ó Mãe, uma espada traspassou tua alma. Aliás, somente
traspassando-a, penetraria na carne do Filho. De fato, visto que o teu Jesus – de todos
certamente, mas especialmente teu – a lança cruel, abrindo-lhe o lado sem poupar um
morto, não atingiu a alma dele, mas ela traspassou a tua alma. A alma dele já ali não
estava, a tua, porém, não podia ser arrancada dali. Por isto a violência da dor penetrou
em tua alma e nós te proclamamos, com justiça, mais do que mártir, porque a
compaixão ultrapassou a dor da paixão corporal.

Image result for nossa senhora JUNTO DA CRUZ

E pior que a espada, traspassando a alma, não foi aquela palavra que atingiu até a
divisão entre a alma e o espírito: Mulher, eis aí teu filho? (Jo 19,26). Oh! que troca
incrível! João, Mãe, te é entregue em vez de Jesus, o servo em lugar do Senhor, o
discípulo pelo Mestre, o filho de Zebedeu pelo Filho de Deus, o puro homem, em vez
do Deus verdadeiro. Como ouvir isto deixaria de traspassar tua alma tão afetuosa, se até
a sua lembrança nos corta os corações, tão de pedra, tão de ferro?

Image result for nossa senhora JUNTO DA CRUZ

Não vos admireis, irmãos, que se diga ter Maria sido mártir na alma. Poderia espantar-
se quem não se recordasse do que Paulo afirmou que entre os maiores crimes dos
gentios estava o de serem sem afeição. Muito longe do coração de Maria tudo isto;
esteja também longe de seus servos.

Image result for nossa senhora JUNTO DA CRUZ

Talvez haja quem pergunte: “Mas não sabia ela de antemão que iria ele morrer?” Sem
dúvida alguma. “E não esperava que logo ressuscitaria?” Com toda a confiança. “E
mesmo assim sofreu com o Crucificado?” Com toda a veemência. Aliás, tu quem és ou
donde tua sabedoria, para te admirares mais de Maria que compadecia, do que do Filho
de Maria a padecer? Ele pôde morrer no corpo; não podia ela morrer juntamente no
coração? É obra da caridade: ninguém a teve maior! Obra de caridade também isto:
depois dela nunca houve igual.

São Bernardo Abade
Fonte Liturgia da Horas.